153° DIA: HOJE EU SÓ QUERO TE AGRADECER

Gratidão - Crise dos 30

E eu tentei fazer isso agora a pouco através da minha primeira transmissão no Periscope. Tecnicamente foi a segunda, já que a primeira foi em São Francisco mas a internet estava tão ruim que nem consegui falar nada, só ficou filmando o quarto no hostel em que eu estava.

OBS: não faz ideia do que eu tô falando? Não sabe o que é Periscope? Dá uma olhadinha AQUI pra não ficar boiando…

Hoje, infelizmente, não foi muito diferente, não… rsrs Como já falei pra algumas pessoas que me perguntaram, eu morro de vergonha de gravar vídeos e ficar falando pra câmera. Aí, pra ajudar, a conexão da internet não facilitou nem um pouquinho, e fiquei numa briga com a tela do celular que ficou virando e desvirando o tempo todo: deu pra ver o quarto, o Nicolas (meu cãozinho) no chão, eu, depois o quarto, o Nicolas novamente, e assim foi, sei lá eu por quantos minutos kkkkkkkk

Crise dos 30 - ChoroPra ajudar de novo, achei que não ia ter ninguém ao vivo na transmissão, e acabou que entraram várias pessoas, o que me deixou mais nervosa ainda. Vai entender, né? Nem tem ninguém olhando pra mim diretamente, sou só eu e meu celular, e ainda assim fico tensa. Mas sei que não estou sozinha nessa, tem muita gente que sente a mesma coisa…

Enfim, como disse no vídeo, se não fosse assim, não seria nunca! Me deu na cabeça que eu poderia fazer um Periscope pra agradecer as dezenas de e-mails que recebi de pessoas interessadas em fazer o processo de coaching comigo, e não pensei muito: nada de arrumar o cabelo, fazer maquiagem, trocar de roupa, nada disso! Peguei o celular e simplesmente fiz, do jeito que eu estava. Foi uma merda (assiste lá e você vai ver que é verdade rsrs Fica disponível pelas próximas 24h, só adicionar o @Crise_dos_30) mas, estranhamente, tô com uma sensação boa, uma sensação de ter desafiado meus medos e minha vergonha, de ter arriscado parecer besta e despreparada (o que de fato aconteceu), mas pelo menos quebrei a barreira do primeiro! Finalmente, o primeiro eu já fiz!!! Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!

Tudo bem que não serviu pra nada porque tudo o que eu queria dizer lá eu vou ter que escrever aqui, mas tudo bem… kkkkkkkkkk

O que eu queria dizer é simplesmente que eu sou imensamente grata a cada um de vocês que me enviou um entre as dezenas e dezenas e dezenas de e-mails e inscrições que recebi, de todo o Brasil, de pessoas interessadas em fazer o processo de coaching comigo. São as mais variadas e fascinantes histórias, os mais variados objetivos e histórias de vida. Eu fiquei emocionada (de verdade) com a quantidade de e-mails que recebi de pessoas dizendo que acreditam no meu trabalho, que me acompanham aqui no Crise dos 30 ou, simplesmente, que se identificam com minha história e que querem também criar um novo estilo de vida para si mesmas.

POSSO TE CONTAR UM SEGREDO?Piloto automático - Crise dos 30

Eu costumava acreditar que a maioria das pessoas estava vivendo no piloto automático, totalmente desinteressadas e simplesmente dormindo e acordando dia após dia, seguindo uma rotina sem sentido e sem nunca parar pra pensar sobre isso. Essa era uma crença totalmente errônea que eu tinha, hoje eu vejo. Escrever aqui no Crise dos 30, começar a estudar o assunto, frequentar grupos de pessoas que estão nessa mesma vibe, fazer cursos, participar de seminários e palestras – aqui no Brasil e também no exterior – me fez enxergar algo que antes eu não via: que cada um de nós está fazendo o seu melhor, de acordo com as ferramentas que têm.

As pessoas não estão dormindo: elas querem ser melhores pra seus filhos, seus cônjuges, suas famílias e, acima de tudo, para elas mesmas. E foi você, cada vez que acessou esse blog, que me enviou uma mensagem no Facebook, que me escreveu um e-mail, que deixou aqui seu comentário, que me disse pessoalmente que ama e se identifica com o que escrevo, que me cobrou quando pela primeira vez atrasei um texto e que, nesses últimos dois dias, me mandou uma enxurrada de e-mails, que me fez perceber o quão errada eu estava quando acreditava que eu era de alguma forma diferenciada por estar determinada a tomar as rédeas da minha própria vida nas mãos. Eu sou grata a você por me mostrar isso, por me ajudar a transformar essa crença e hoje ser uma pessoa um pouquinho melhor.

Hoje eu posso dizer, com todas as letras: EU ACREDITO EM CADA UM DE VOCÊS. Eu não sou melhor do que ninguém: eu apenas resolvi dar minhas cabeçadas ao procurar conhecer meus talentos, desbravar uma nova e desconhecida realidade e tentar reconhecer oportunidades e aprendizados nisso tudo.  Acima de tudo, eu não tenho nada pra ensinar – o que eu preciso mesmo é aprender, e isso tem também acontecido cada vez que eu termino uma sessão de coaching. Eu achava que eu não poderia jamais exercer essa profissão porque eu estava longe de estar preparada pra isso, porque eu estava longe de ter todas as respostas. Mas aí, todas as vezes que eu termino uma sessão com um coachee, eu reforço o aprendizado de que todos nós já temos as respostas dentro de nós, a gente só precisa de uma ajudinha pra conseguir acessar, pra conseguir entender e – por que não? – de uma dose de incentivo e coragem.

Eu ainda tenho um longo caminho a percorrer, mas já caminhei um pouquinho, e com isso já aprendi um montão. Hoje entendo que o melhor que eu posso – e quero – fazer nesse momento é trazer, através da minha experiência, de uma nova habilidade e do conhecimento que tenho adquirido, uma nova ferramenta. Uma nova ferramenta pra que você possa continuar fazendo o seu melhor, apenas trocando as ferramentas que têm hoje por uma nova. Se eu posso contribuir com isso, então é isso o que vou fazer, e vou começar com cinco pessoas.

Paixão - Crise dos 30Se você preencheu o formulário, saiba que eu vou te responder pessoalmente, entre hoje e amanhã, estando você ou não entre as cinco pessoas que vão fazer o processo de coaching comigo. Meu coração fica apertado, pois o que eu queria mesmo era dizer sim e acolher todo mundo! Por um momento pensei em dobrar o número de vagas, ou até mesmo triplicar, mas não posso comprometer a qualidade do trabalho e da transformação a ser gerada na vida de cada uma das pessoas que vai participar desse projeto. Precisei colocar a cabeça no lugar, e pensar: um passo de cada vez.

Se você por acaso não for uma dessas cinco pessoas, não se avexe! Temos tempo e muito trabalho pela frente ainda, te garanto que essa está longe de ser a última oportunidade.

A você que se inscreveu, mais uma vez, meu muito obrigada! Eu prometo continuar estudando como louca, todos os dias, pra desenvolver cada vez mais minhas habilidades como coach e, com isso, honrar a confiança que você depositou em mim. É o mínimo que eu posso fazer, e é com o que estou 100% comprometida no momento.

Nos falamos em breve!

Love,

Carol

PS: Faz um favor pra mim? Se você preencheu o formulário e não receber nenhum e-mail meu até amanhã, dia 20/11/2015, dê uma olhadinha na sua caixa de SPAM! Se ele estiver lá, aproveita e já cadastra o endereço carol@crisedos30.com na sua lista de remetentes seguros, pois isso vai facilitar bastante a nossa comunicação daqui pra frente! Obrigadaaaaaaa!

Carol Sales

Paulista que antes residia em Auckland (agora em período de transição), gosta de sol e mar, de chuva e aconchego, de frio e cobertor. Hoje. Talvez amanhã não goste mais.
Acredita que nada acontece por acaso e que a vida dá seu jeito, e vive numa eterna batalha entre ir pra academia, ler, escrever ou ficar de bobeira pesquisando sonhos na internet - sonhos esses que 99.9% das vezes tem a ver com definir o próximo destino.