181° DIA: VOCÊ ACREDITA SE EU TE DISSER QUE NÃO CUMPRI O ACORDO?

dogue-de-bordeaux-Crise dos 30

Terminei o post de ontem dizendo que não colocaria meu pijama sem antes vencer uma das minhas maiores inseguranças e fazer o que eu sabia que tinha que ser feito. Lembra disso?

Pois é… Mas eu não cumpri o acordo que fiz.

Não sei quanto a você, mas eu me sinto péssima quando isso acontece. Me sinto péssima porque me sinto fraca, boba e, acima de tudo, medrosa. E eu odeio me sentir medrosa! Quer dizer, eu não gosto é de perceber que o medo me venceu (a não ser quando estou de frente pra Sheikra, no Busch Gardens, ou pra Rip Ride Rockit, na Universal Orlando, porque nessas situações eu simplesmente não ligo, sou bundona mesmo).

Ontem, mesmo depois de prometer pra mim mesma, pra você e pra todos os outros leitores do Crise dos 30, eu continuei procrastinando, procrastinando, procrastinando, e fui dormir com aquela sensação ruim de que eu era uma loser, de que eu tinha deixado uma insegurança besta me vencer. Fui dormir tão pesada que hoje, quando acordei (bem mais cedo do que o normal, aliás), mal abri os olhos e já liguei o computador. Interrompi a tarefa várias vezes pois tive que sair, tinha consulta médica, presentes de Natal e amigo secreto pra comprar – essas coisas que dezembro faz com a gente! – mas posso dizer, com orgulho, que a tarefa de ontem foi absolutamente cumprida hoje!

selfie-Crise dos 30E sim, eu me sinto bem melhor!

Um baita alívio no peito e um sorriso no rosto: venci a primeira etapa Crise dos 30 - Emoticon Feliz

Amanhã prometo que conto melhor do que se trata tudo isso. Agora vou ler um pouquinho do meu livro (já é o 4° que leio nos últimos dois meses – adoro!) e dormir. Amanhã o dia vai começar cedo!

Love,

Carol

Carol Sales

Paulista que antes residia em Auckland (agora em período de transição), gosta de sol e mar, de chuva e aconchego, de frio e cobertor. Hoje. Talvez amanhã não goste mais.
Acredita que nada acontece por acaso e que a vida dá seu jeito, e vive numa eterna batalha entre ir pra academia, ler, escrever ou ficar de bobeira pesquisando sonhos na internet - sonhos esses que 99.9% das vezes tem a ver com definir o próximo destino.