207° DIA: COMO SABER O QUE VAI ACONTECER EM 2016?

o que vai acontecer em 2016 - Crise dos 30

FELIZ 2016 PRA TODO MUNDO!!!!!!!!!!!!!!

Tô de volta e, junto comigo, o Crise dos 30 também! Voltamos com força e pique total e estamos entrando com o pé direito em 2016! Espero, de coração, que você também esteja se sentindo assim: com planos e sonhos fresquinhos, prontos para serem realizados nesse novo ano que, sendo uma convenção inventada pelos homens ou não, sempre traz consigo a esperança e a motivação para fazer diferente, pra fazer acontecer!

Eu passei duas semanas completamente fora do ar (exceto por algumas aparições apenas no meu Facebook pessoal – sorry about that!), um descanso e desligamento que eu julguei absolutamente necessários não só para garantir que eu manteria minha sanidade, mas também a motivação e energia necessárias para dar andamento em meus projetos nessa nova – e intensa! – etapa da minha vida. Pra quem tá curioso, passei as primeiras horas do dia numa super festa em família em Cataguases, Minas Gerais, pulando na piscina de roupa e tudo logo após os fogos da meia-noite. Foi divertido e muito significativo: há quem diga que ajuda a lavar a alma. Não sei, só sei que foi uma delícia curtir a virada do ano ao lado dos meus pais, irmão, cunhada, primos, tios e tias. Dá uma olhada na bagunça:

Enquanto ainda estavam todos normaizinhos...
Enquanto ainda estavam todos normaizinhos…
Quando já era caso perdido... rsrs
Quando já era caso perdido… rsrs
Pequena parte da primaiada reunida
Pequena parte da primaiada reunida
Meu irmão, minha cunhada, eu e meu pai
Meu irmão, minha cunhada, eu e meu pai

Depois de duas semanas em Minas Gerais (e de alguns quilos muito bem adquiridos durante esses dias), estou de volta à São Paulo e, como hoje é segunda-feira, tratei mesmo de ir colocando todas as pendências em ordem, o que pode ser traduzido por: passar horas e mais horas respondendo e-mails e limpando a caixa de entrada do Outlook. Sei que todo e qualquer guru de produtividade e alta performance estaria a ponto de me estrangular nesse momento, afinal, a caixa de e-mails é, sem dúvida, um dos grandes vilões da produtividade de qualquer pessoa que use computador e internet para trabalhar.

Ainda assim, eu gostei de ter feito isso hoje.

Foi somente por isso que me deparei com esse vídeo do Gerônimo Theml (já falei desse cara que admiro muitooooooo aqui, aqui e aqui), que tem tudo a ver com aquilo que eu tinha pensado em escrever nesse primeiro post do ano do Crise dos 30, onde estou retomando o meu grande desafio do ano passado: o Desafio dos 222 Dias. Olha só:

Pra quem acompanha o blog com frequência, acho que já ficou claro que eu penso da mesma forma que o Gerônimo retrata nesse vídeo, não é? As pessoas do meu círculo social (pessoal ou digital) também já perceberam que tenho adotado uma nova frase em muitas das minhas interações: MUDE SEU FOCO, MUDE SUA VIDA. E eu não digo isso da boca pra fora, porque é bonito ou soa bem pra uma coach dizer esse tipo de coisa. Eu digo isso pois eu tenho vivido essa realidade.

Em novembro de 2014 eu decidi voltar conscientemente o meu foco para aquilo que existia de positivo na minha vida, mesmo em meio aos momentos mais difíceis, e isso fez toda a diferença para que eu superasse a dor, desafios e obstáculos de 2015 e fechasse o ano com um saldo positivo na balança.

Mas sabe o que é o mais incrível? O mais incrível pra mim é ver os meus coachees (daqui um tempo não vou mais explicar que coachees são clientes de coaching, você já deve estar careca de saber, né? Mas vai que caiu aqui de paraquedas…) verem na vida deles a mesma diferença que eu vejo na minha, a partir do momento que eles aceitam o desafio de colocar no papel, todos os dias, ao menos três coisas pelas quais podem ser gratos naquele dia. Uma atitude simples, que se transforma em hábito se praticada com consistência, e que tem sido catalisadora de mudanças na vida deles – da mesma forma que foi na minha.

Eu acredito que ao mudar meu foco, eu posso mudar a minha vida. Eu mudo a minha lente, e então eu mudo o que eu vejo. Não é fantástico? É poder puro nas mãos, poder de cocriar a própria realidade!

mudar o foco - Crise dos 30

E como é que eu decidi que vai ser o meu 2016?

Em 2015, eu decidi encerrar dezembro fazendo uma lista com ao menos 20 coisas pelas quais eu poderia ser grata naquele ano. Eu queria me certificar que faria a transição para 2016 com meu foco ajustado naquilo que eu quero que floresça na minha vida, ou seja, tudo o que aconteceu de bom! Escrevi uma lista com 41 itens e poderia facilmente ter incrementado essa lista um pouco mais. Foi um desafio relembrar os acontecimentos e os momentos que me marcaram, e fiquei muito feliz quando percebi que havia conseguido concluir. Foi uma sensação deliciosa relembrar cada detalhe, cada sentimento, cada um daqueles momentos!

No mesmo dia que fiz essa lista (antes mesmo de ter assistido esse vídeo do Gerônimo),

eu decidi que meu 2016 será o ano da minha saúde física e emocional (xô preguiça e desculpas esfarrapadas), das novas oportunidades (eu vou apurar meu foco para continuar enxergando nos inevitáveis obstáculos, oportunidades) e O ANO EM QUE EU TEREI MUITO, MAS MUITO MAIS COISAS PELAS QUAIS AGRADECER. Eu decidi que meu 2016 vai ser de arrasar! 

Eu decidi que quero trabalhar no meu foco, consistentemente, durante todos os dias de 2016. Quero chegar ao final do ano com uma lista com, nada mais, nada menos, que 366 itens. Sim, isso mesmo! 366 coisas pelas quais, no dia 31 dezembro de 2016, vou poder agradecer novamente. 366 motivos para comemorar, 366 momentos para relembrar, 366 coisas que eu decidi que faria florescer na minha vida. Quero me certificar de que não farei apenas a passagem de ano com meu foco apurado, mas que viverei durante todo o ano cuidando pra que ele se mantenha assim, nessa mesma vibe.

Sendo assim, desde o dia 1° de janeiro estou publicando posts diários no Facebook (por enquanto, estão no meu Facebook pessoal, mas agora com um computador e acesso a internet constante novamente, vou publicar também na página do Crise dos 30) com a hashtag #mudeseufocomudesuavida, onde agradeço por cada pequena ou grande coisa que me acontece em cada um dos meus dias de 2016. Quero construir a minha lista da gratidão diaria e publicamente – quem sabe alguém não se inspira a se anima a fazer o mesmo?

Por muitos anos eu achei que o que eu precisava para tomar de vez as rédeas da minha vida e viver o estilo de vida dos meus sonhos era coragem e um senso apurado de não conformidade. Hoje eu vejo que, antes da coragem, vem o foco e a gratidão. Foque nas coisas pelas quais você pode ser grato, e veja isso florescer na sua vida!

Quem aceita o novo desafio dos 366 dias?

Love,

Carol

Carol Sales

Paulista residente em Auckland, gosta de sol e mar, de chuva e aconchego, de frio e cobertor. Hoje. Talvez amanhã não goste mais.
Acredita que nada acontece por acaso e que a vida dá seu jeito (contanto que a morte não seja o assunto da rodinha) e vive numa eterna batalha entre ir pra academia, ler, escrever ou ficar de bobeira pesquisando sonhos na internet - sonhos esses que 99.9% das vezes tem a ver com definir o próximo destino.