7 motivos para amar o verão na Nova Zelândia

Verão Nova Zelândia Cathedral Cove

Após mais de quatro anos vivendo em Auckland, na Nova Zelândia, posso dizer, sem a menor sombra de dúvidas, que o verão é a melhor época do ano para se estar aqui!

Que o país é absolutamente maravilhoso, com belezas naturais de cair o queixo e com paisagens que vão desde lagos coloridos até picos nevados, todo mundo já sabe. Mas quando se fala em Nova Zelândia, a primeira imagem que vem à cabeça é a dos esportes radicais de Queenstown, ou então das estradas lindas de morrer e todas branquinhas durante o inverno, não é mesmo? Afinal, quem é que resiste ao charme de uma paisagem como essa?

O que poucos sabem, no entanto, é que se o inverno é mágico por aqui, o verão consegue ser ainda melhor! Aqui vai uma pequena lista com alguns dos motivos pelos quais eu afirmo isso. E essa é apenas a ponta do iceberg, porque motivos pra amar o verão aqui não faltam! Duvido chegar ao final da página sem morrer de vontade de colocar o biquíni na mala e se mandar pra cá.

Verão Nova Zelândia Coromandel

1. 25°C já é verão!

Esqueça essa história de esperar o termômetro marcar 30°C pra poder curtir um típico dia de verão. Por aqui, 25°C podem ser considerados o top da estação! E acredite em mim: mesmo com essa temperatura relativamente baixa para padrões brasileiros, você vai conseguir a tão desejada marquinha do biquíni e, se bobear, vai correr pra debaixo de alguma árvore pra fugir do sol forte no meio da tarde. Sim, porque por aqui não existe o costume de usar guarda-sol (barracas de camping na praia, por sua vez, são comuns).

O bom disso é que você aproveita o melhor que os dias quentes de verão têm a oferecer sem ficar suado, grudando e morrendo de calor durante a noite. Aliás, lembre-se sempre de levar uma jaqueta leve a tira colo se for voltar pra casa só depois do pôr do sol: a brisa da noite é fria, não importa o quão quente tenha sido o dia.

Verão Nova Zelândia Auckland

2. Quando o sol se põe, já é quase hora de dormir

Os dias de verão são tão longos que, quando você se dá conta, já tá quase na hora de ir pra cama. Em Auckland, o sol se põe por volta das 20:30, já em lugares mais ao sul do país, como em Queenstown, por exemplo, começa a escurecer somente às 9:30 da noite! Isso dá uma média de 15 horas de luz solar por dia, o que significa que mesmo quem tem um trabalho das 9 às 5 consegue tempo suficiente pra aproveitar as delícias do verão.

Quando eu tinha esse estilo de trabalho, a coisa mais comum era eu sair do escritório e ir direto pra praia curtir as últimas horas de sol.

verão Nova Zelândia Silo Park

3. Você não precisa ter dinheiro pra se divertir

Esse, pra mim, é certamente um dos principais motivos que faz o verão na Nova Zelândia ser tão especial!

Imagine um final de semana típico de verão: você acorda no sábado de manhã, pega sua bicicleta e vai passar o dia na praia. Não existem barraquinhas e nem vendedores ambulantes (o que, assumo, leva um bom tempo pra gente se acostumar a viver sem), o que significa que todo mundo leva cesta de piquenique de casa, e você não precisa ter vergonha e nem receio de parecer farofeiro – aqui, farofa é cool! No final da tarde, churrasco com os amigos em alguma das milhares de churrasqueiras públicas disponíveis nos diversos parques da cidade.

No domingo à tarde, é hora de curtir um festival de música a céu aberto – em Auckland, o city council (equivalente à prefeitura da cidade) promove o Music in Parks: artistas que se apresentam em locais públicos, nos quatro cantos da cidade, todos os anos de Janeiro à Março. A programação fica disponível no site, assim você pode escolher com antecedência quais artistas quer assistir. Não se esqueça de levar uma canga ou cadeirinha dobrável pra curtir o show com mais conforto e, pra hora da fome, leve também uma garrafa de vinho, frutas e chocolates. À noite, se ainda estiver a fim de curtir uma saída com os amigos ou com o namorado (a), vale à pena conferir a programação do Movie in Parks ou então do Silo Park, que fica na região central de Auckland e é onde são exibidos filmes a céu aberto nas noites de final de semana do verão. Se ainda não tiver enjoado do estilo piquenique, vale curtir uma noite de queijos e vinhos no gramado do parque, enquanto assiste ao filme. Do contrário, se esbalde nas barraquinhas de comidas internacionais, que servem desde snacks mexicanos, pizzas e o melhor da comida asiática, até os deliciosos churros com doce de leite.

No final dos dois dias de atividades intensas, te garanto uma coisa: a conta ficará menor do que uma noitada num bar qualquer.

Verão Nova Zelândia Piscinas termais Coromandel

4. Um final de semana de frio não significa um final de semana arruinado

Infelizmente, a temperatura não costuma ser muito estável por aqui. É normal passarmos a semana monitorando a previsão do tempo para ter que certeza que nossos planos do fim de semana não serão arruinados por uma chuva fora de hora ou por uma nuvem chata que faça questão de sumir com o sol. Ainda assim, quando isso acontece, não significa que tudo está perdido! O país tem dezenas de piscinas termais espalhadas por todo canto, o que pode transformar o dia mais chuvoso e cinzento da temporada na lembrança mais especial do seu verão.

Nas piscinas mais legais, é possível pedir drinques e sorvete sem nem precisar sair da água quentinha. Um luxo, e uma delícia!

Verão Nova Zelândia Wanaka

5. Você não precisa estar no litoral pra curtir uma “praia”

As praias da Nova Zelândia, por algum motivo que eu não consigo entender, não são muito famosas. Vou falar uma coisa que não se ouve em qualquer lugar (e correndo o risco de ser vaiada), mas lá vai: existem praias na Nova Zelândia que deixam praias da vizinha Austrália no chinelo…

A região de Coromandel é cheia delas, com destaque pra minha preferida Cathedral Cove, onde foram filmadas cenas do filme Nárnia.

As praias são realmente lindas e se você puder, não deixe de visitar. No entanto, se você estiver mais pro interior do país, não há motivo pra se preocupar! A Nova Zelândia tem uma infinidade de lagos que, durante o verão, têm a mesma função das praias. Pode preparar as cadeiras e a toalha: vai por mim, você não vai perceber a diferença.

verão Nova Zelândia Coromandel Camping

6. Você não precisa ter nem alugar uma casa na praia pra curtir a estação

Coloque a barraca no porta-malas do carro, prepare uma mochila simples, e pé na estrada! Por aqui, o legal mesmo é acampar!

Além de ser super seguro e absolutamente comum (acampar é realmente o estilo de férias preferido dos kiwis), você não precisa se preocupar com animais peçonhentos como cobras e aranhas, pois ao contrário da Austrália, não tem nada disso por aqui!

E o melhor: acampar é mais uma forma de aproveitar ao máximo o verão sem que isso signifique acabar com suas economias.

Lake Wanaka Verão Nova Zelândia

7. Você pode “curtir uma praia” com vista para montanhas nevadas!

Praia x lago: quem é que sabe a diferença? E poder curtir uma “praia” com uma vista como essa aqui de baixo… Ah! É quase surreal! Realmente não tem preço!

Love,

Carol

PS: Texto publicado originalmente no site Nômades Digitais, nesse link aqui.

Carol Sales

Paulista residente em Auckland, gosta de sol e mar, de chuva e aconchego, de frio e cobertor. Hoje. Talvez amanhã não goste mais.
Acredita que nada acontece por acaso e que a vida dá seu jeito (contanto que a morte não seja o assunto da rodinha) e vive numa eterna batalha entre ir pra academia, ler, escrever ou ficar de bobeira pesquisando sonhos na internet - sonhos esses que 99.9% das vezes tem a ver com definir o próximo destino.