Foco

138° DIA: O DIA QUE EU PAREI DE ASSISTIR TV - PARTE I

“Mantenha seu rosto voltado para o sol e você não conseguirá ver as sombras” – Helen Keller Eu estava passando por um dos momentos mais difíceis e conturbados da minha vida, o auge do que hoje eu sei que era uma depressão situacional (depressão causada por uma situação específica ou um conjunto delas, diferente de uma depressão clínica, mas com os mesmos sintomas). Eu chorava praticamente todos os dias, dormia

137° DIA: QUAL A SUA PRIORIDADE NA VIDA?

Pense rápido: “Qual a sua prioridade na vida?” Você consegue responder essa pergunta assim, na lata, sem pestanejar? Pode ser que eu esteja enganada, mas se tivesse que adivinhar, diria que não foi assim tão simples… Bem, pelo menos pra maioria das pessoas, essa não é uma pergunta fácil de ser respondida. Sabe por quê? Porque a gente raramente para pra pensar sobre isso. Já percebeu que a gente nasce,

129° DIA: VOCÊ ENXERGA FLORES OU CAPIM?

Faz uns dias que minha prima, que está morando na Argentina, escreveu um post no Facebook que me trouxe um sorriso nos lábios, na mesma hora. Ela colocou várias fotos como essas aqui embaixo e escreveu assim: Ontem eu estava caminhando e percebi várias florzinhas amarelas no capim… Quando observei mais de perto vi que eram lindas. Resolvi fazer umas fotos. Quantas coisas simples e bonitas estamos perdendo simplesmente porque não

109° DIA: RELATOS DE UMA INQUIETA – “AO INFINITO E ALÉM!”

Eu não poderia estar mais feliz comigo mesma do que eu estou hoje! Meses atrás, quando eu comecei a escrever o Relatos de Uma Inquieta (esse aqui foi o post onde falei pela primeira vez sobre essa ideia, você se lembra?), meu objetivo era colocar um pouco mais de ordem aqui no Crise dos 30 ao recapitular minha história e os momentos mais marcantes dela, para que quem não me

108° DIA: RELATOS DE UMA INQUIETA – “A TEMPESTADE E O MOMENTO PRESENTE”

Eu lembro como se fosse hoje o dia em que o Henrique me ligou dizendo que o bar tinha cancelado uma das gigs permanentes dele. Naquela época, foi apenas um susto, porque na verdade o que aconteceu foi apenas que ele deixou de tocar às quartas-feiras, mas voltou a tocar aos sábados, então não afetou em nada nosso orçamento. No entanto, aquele foi o primeiro sinal de que as coisas

106° DIA: RELATOS DE UMA INQUIETA – “O MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO DA GRANA”

Quando eu pedi demissão do meu emprego, em maio de 2015, minha maior preocupação era a grana. Eu tinha medo de estar tomando uma decisão mal planejada e de acabar ficando sem dinheiro antes do previsto – ainda mais depois que investi uma grana alta na minha formação em coaching, algo que não estava incluso no planejamento inicial. A decisão foi tomada lá atrás, ainda em março, contando com o

104° DIA: RELATOS DE UMA INQUIETA – “UM BLOG, VÁRIOS TEXTOS E MUITO, MAS MUITO MEDO”

Ter colocado o Crise dos 30 no ar foi a melhor coisa que eu poderia ter feito, em vários aspectos da minha vida. Foi incrível como eu, a maior topeira do mundo com relação à tecnologia e modernidades (pra você ter uma ideia, eu não sei usar Whatsapp direito, não sei colocar o meu e-mail novo no iPhone e não faço ideia de como funciona o tal Netflix – sim,

98° DIA: RELATOS DE UMA INQUIETA – “ENCONTRANDO A RESPOSTA EM UM LIVRO”

Os dias que se seguiram foram ainda piores do que os anteriores. Eu me sentia totalmente sem saída, numa tremenda enrascada. Já não sabia mais o que eu estava fazendo, e nem mesmo o porquê. Só sabia que meu corpo estava pagando o pato, e minha depressão estava se aproveitando da fragilidade da situação para tomar conta do pedaço. Se tem uma coisa que eu sempre amei fazer é ler.

85° DIA: HORA DE PARAR DE SE COMPARAR COM OS OUTROS

“A escada para o sucesso só se cria depois que você dá o primeiro passo no escuro. Você dá o primeiro passo sem ver a escada… o degrau surge embaixo dos seus pés. É assim que é. Ser bem sucedido é quase como uma recompensa pela fé… ou simplesmente um reflexo da sua crença.” – Alana Trauczynski Nesses últimos dias eu tenho andando meio encanada, com uma sensação constante de

81° DIA: RELATOS DE UMA INQUIETA – “PROGRAMA ESCOLHA SUA VIDA: UMA LUZ (AINDA QUE BEM FRAQUINHA) NO FIM DO TÚNEL”

Foi em novembro de 2014 que eu comecei a fazer o Programa Escolha Sua Vida (ou PESV), aquele programa de coaching do qual falei aqui. Posso dizer que essa foi a fase em que eu estava no pico (ou melhor, no fundo) da minha depressão. Importante dizer que, no meu caso, não era uma depressão clínica, mas sim o que eles chamam aqui de ‘depressão situacional’, ou seja, desencadeada por