Paixão

236° DIA (QUE ERA PRA SER O 222°): O DESAFIO CHEGA AO FIM...

Não me pergunte o motivo de eu ter relutado tanto em escrever esse post. Minha consciência não saberia responder… Tá certo que desde que cheguei em Auckland, há exatos 16 dias, a correria foi insana e eu realmente não tive muito tempo ou cuca fresca pra escrever tudo o que eu queria, do jeito que eu queria. Acontece que, a essa altura do campeonato, eu não tenho mais coragem de

185° DIA: CAINDO DE NOVO NA ARMADILHA DE ODIAR AS SEGUNDAS-FEIRAS

Eu sei, eu sei… Fiquei o final de semana todo sem dar as caras por aqui. Sumir não era a intenção, mas passei os últimos dois dias me dedicando às crianças que vieram dormir em casa (elas dormiram, eu não! rsrs), aos almoços em família, aos encontros com os amigos. Depois de uma nova crise alérgica e do remedinho matador (aquele que me faz desmaiar por umas 12 horas seguidas),

182° MAIS UM MÊS E EU VOU EMBORA

Daqui 30 dias, a essa hora, eu estarei me despedindo das pessoas que mais amo. Estarei carregando as malas no carro e indo em direção ao aeroporto. Se fosse numa situação normal, eu teria acabado de chegar e 30 dias seria tudo o que eu teria pra ficar aqui. Sim, eu sei disso. Ainda assim, três meses me pareceu um tempo curto demais… Ainda falta um mês, mas já sinto um

179° DIA: COMO VIVER APAIXONADAMENTE

Como você pode perceber (ou não) são dez pra meia-noite e eu ainda não publiquei o texto do Crise dos 30 de hoje. Tô aqui na frente do meu computador, recém finalizei minha última sessão de coaching do dia, e estou aqui fazendo todo o trabalho pós-sessão (que me toma praticamente o mesmo tempo de uma sessão inteira) sentadinha na minha cama, com o laptop no colo. Sendo assim, não vou

176º DIA: QUANTO TE PAGARAM PRA VOCÊ DESISTIR DOS SEUS SONHOS?

Minha amiga Heleni, do Being The Change, recentemente compartilhou um vídeo de 1 minuto e 54 segundos que eu nunca tinha visto. É uma cena de um filme que nem é novo, chamado Amor Sem Escalas (pra ser sincera, eu nunca tinha ouvido falar). 114 segundos de pura reflexão. Quanto te pagaram pra você desistir dos seus sonhos? Meninas: se não quiserem assistir pela reflexão, que seja então pelo George

171° DIA: O MEU DIÁRIO DE FEEDBACKS

“Quando decidi concorrer a vaga para ter as sessões de coaching, tive aquele preconceito que muitos tem: será que dá certo mesmo? E hoje, depois de apenas três sessões, eu já vejo uma grande diferença e aos poucos venho descobrindo do que a SAMANTA realmente gosta e o que ela quer pra vida dela.” – Samanta Ribeiro Quando comecei a minha formação em coaching pela Worklife Solutions, lá na Nova Zelândia,

158° DIA: VIAGENS, MINDFULNESS E OUTRAS CONVERSAS

Fazia tempo que eu não me sentia tão cansada… Na verdade, nem sei quando foi a última vez que eu senti esse tipo de cansaço que se abateu sobre mim nos últimos 6 ou 7 dias: um cansaço bom, um cansaço com sabor de dever cumprido e de “mal posso esperar pra fazer tudo de novo amanhã”. Loucura, né? Mas se é isso que significa trabalhar com algo que a

156° DIA: TUDO PRA NÃO FICAR DOIS DIAS SEGUIDOS SEM ESCREVER

Gente do céu!!! Alguém já tomou Fenergan, um remédio pra alergia? Pelamor!!! O negócio me fez parar de espirrar e controlou na mesma hora uma crise alérgica que estava aos poucos se alastrando pelo meu corpo (tenho rinite das brabas, que até ontem à noite esteve surpreendentemente controlada nos últimos 3 ou 4 anos), mas também me fez capotar como fazia tempo que não acontecia: eu tô completamente grogue, não

153° DIA: HOJE EU SÓ QUERO TE AGRADECER

E eu tentei fazer isso agora a pouco através da minha primeira transmissão no Periscope. Tecnicamente foi a segunda, já que a primeira foi em São Francisco mas a internet estava tão ruim que nem consegui falar nada, só ficou filmando o quarto no hostel em que eu estava. OBS: não faz ideia do que eu tô falando? Não sabe o que é Periscope? Dá uma olhadinha AQUI pra não