Pensamentos

Sobre começar de novo (ou... sobre o padrão da fuga)

Hoje estava lendo um post da Flávia Melissa em que ela dizia, entre outras coisas, que “Você pode respirar fundo e tentar de novo”. Por algum motivo isso bateu fundo e me fez parar pra pensar. Nem lembro do assunto principal do texto, essa foi a única frase que ficou martelando na minha cabeça. Foi como se eu estivesse obtendo permissão ou sendo absolvida por terceiros por todas as vezes

Sobre a necessidade - ou não – de se encaixar

Depois que publiquei o post sobre não se encaixar, recebi alguns comentários via Facebook, mensagens privadas e e-mail, de pessoas me dizendo o quanto gostaram do texto, que compartilham da mesma opinião ou que vivem algo parecido. E muita gente dizendo tudo isso, mas também questionando a real necessidade de se encaixar, dizendo que não devemos nos encaixar em nada, que temos é que cada vez mais buscar sermos nós

Que conselho você daria pra Carol de dez anos atrás?

Hoje, um grupo de quatro alunas que estão se formando no final desse mês me abordaram e, sem pestanejar, lançaram uma pergunta: “Carolaine, se você pudesse dar um conselho a Carolaine de dez anos atrás, que conselho daria?” Sei que é uma pergunta até meio batida, é verdade, mas a questão é que eu nunca parei pra refletir sobre isso. Nos 30 segundos que elas me deram pra pensar (quanta